Luamarte lança nova música

 Luamarte lança nova música

Duo pernambucano, que já possui mais de 700 mil streamings no spotify e vem conquistando o seu espaço na nova MPB, lança música “ Acalma” no período de quarentena. 

TEXTO EDUARDA RODRIGUES

Foto do acervo pessoal // Joyce Alane e Afonso Santi, vocalistas da banda Luamarte

Criado em 2018, o duo Luamarte, formado por Alonso Santini e Joyce Alane, já possui um EP, Cada um é uma Canção, lançado em 2019, além de vídeos independentes que foram colocados no Youtube. Entre tantas letras cheias de sensibilidade que falam sobre amor, amizade e recomeços, Canção com teu nome foi a primeira música do duo a bater quase meio milhão de plays no Spotify e consagrou Luamarte como nova voz da MPB.
Em abril, a banda fez o Festival Luamarte canta Pernambuco e cantaram vários nomes da música pernambucana nos stories da banda, na rede social Instagram. Nas últimas semanas o duo se engajou na divulgação da nova música e o lançamento de Acalma, canção que virá acompanhada de videoclipe oficial, ocorreu hoje (24/04), em todas as plataformas digitais. Nesta entrevista, o duo nos conta um pouco da sua história, dos seus planos para o futuro e o que os levou a lançar uma nova música no período de quarentena.

Como vocês se conheceram e como a banda foi formada?
A gente já se conhecia de vista há um tempo porque a cidade é pequena. Mas, em um encontro de jovens da igreja, em 2016, Afonso me viu cantar e me parabenizou pela voz. No início de 2017 fui estudar na mesma universidade que ele e acabamos nos aproximando. Em março de 2018 a gente começou a Luamarte.

Luamarte possui um estilo musical definido ou vocês se deixam livres para passear entre os gêneros?
Nos definimos, hoje, como MPB POP, mas trazendo o nordeste que nos pertence, sabe? A gente tenta imprimir na Luamarte o que somos e como temos nossas fases, a gente permite que a Luamarte seja assim também.

Cada um é uma Canção é um ep que me trouxe a sensação de um grande desabafo nas músicas Canção com teu nome e Por um Triz; logo após, nas músicas Rarefeito e Beija Mar, uma passagem de superação e aceitação. Há uma sequência de significados já definidos pela banda ou o EP está completamente aberto a livres interpretações? Afinal, como foi o processo de criação desse Ep? 

A nossa ideia do EP Cada um é uma canção foi que cada música contasse uma história, por isso mesmo o nome. Quando foi lançado, percebemos como isso foi forte porque cada pessoa tem sua música favorita. Não tem uma única. Cada uma descreve alguém que nos escuta de alguma forma. Sobre as livres interpretações, a gente deixa sim isso acontecer, não só pelo nosso EP mas pelas músicas em si. É incrível como uma música que escrevemos em um dia com um significado, se transforma em mil e uma músicas diferentes de acordo com a interpretação de cada um. Isso é muito importante pra gente.

Carta ao Primeiro Homem é uma música com uma letra bastante politizada para os tempos atuais. Vocês falam sobre desigualdade, armas, livros e guerras de uma maneira bem metafórica e intimista e a data do lançamento do vídeo no youtube foi intrigante, logo após o segundo turno das eleições de 2018. Essa música foi um posicionamento da banda em relação às eleições? Como foi a decisão de fazer esse lançamento em um momento tão polarizado?

A música em si já fala muito, sabe? Estamos vivendo um momento muito conturbado, de muita incerteza, angústia e falta de empatia. Sentimos cada vez mais o quanto é necessário se posicionar sobre as coisas que são relevantes para as pessoas e para o mundo, então não foi especificamente ligado ao resultado das eleições, mas também não foi por acaso.

Agora, no mês de abril, vocês produziram o ‘Festival Luamarte Canta Pernambuco’, no Instagram e durante uma semana cantaram diversos artistas pernambucanos, como Alceu Valença, Chico Science e Duda Beat. Como surgiu a ideia desse festival online?
A ideia na verdade surgiu da vontade de sempre estar cantando no storie do Instagram, mas querendo fazer de uma forma mais organizada, sabe? E justamente alinhado a isso, o fato de que a gente tem tantos artistas bons no nosso estado, então por que não começar por eles? Foi bem despretensioso.

Com o grande sucesso das plataformas de streamings, onde vocês conquistaram mais de 700 mil plays só no spotify, vocês vêem a necessidade ou têm a vontade de lançar algum álbum em formato físico? A digitalização é uma grande aliada?
Os números estão crescendo bem rapidamente sim. Recentemente chegamos perto do 1 milhão e meio de plays no streaming, o que seria impossível se a distribuição não fosse digital. A música hoje está muito mais democrática, se fossemos de outra época, talvez as pessoas nunca tivessem ouvido falar no Luamarte ainda. Temos vontade de fazer isso sim, lançar um álbum, ter cópias físicas, mas é um sonho que fica um pouco mais para o futuro.  

Jeff Pina, produtor e músico, produziu o primeiro ep e CD de AnaVitória, gravou com artistas como Alceu Valença, Mart’nália, Gaby Amarantos e Chitãozinho e Xororó. Como foi iniciar a parceira com ele? Ele também está envolvido na produção das novas músicas e futuros álbuns? 
Jeff foi e é um parceiro incrível! Conhecemos ele pelas redes sociais e apresentamos nosso trabalho. Ele que chegou, inclusive, a gravar o violão da nossa primeira música, “Por Um Triz”. Quando concluímos nosso primeiro EP, chegamos a conclusão que queríamos trabalhar com ele, então fomos pra São Paulo e gravamos “Outro Lado”. Depois disso, viramos amigos e estamos trabalhando juntos até hoje. Jeff será responsável, sim, pelos trabalhos que estão por vir.

Falando em novas músicas, ‘Acalma’, lançada hoje, vem acompanhada do projeto de os fãs participarem do clipe. Como surgiu esse projeto e qual a sensação de lançar “Acalma” em um momento tão conturbado como o que estamos vivendo atualmente? Onde foi lançado? Quais as plataformas onde o público pode encontrar a nova música?
Na verdade, Acalma não foi escrita pra esse momento que estamos vivendo agora. Ela foi escrita e gravada ano passado e ia ser lançada esse ano. Mas com tudo o que está acontecendo, ela passou a fazer muito mais sentido. O que você está fazendo durante essa quarentena para superar toda essa ansiedade que aparece no peito de vez em quando? Aí surgiu a ideia do clipe, onde a gente quer ver cada um, dentro de suas casas, mostrando o que estão fazendo e como estão. “Acalma” foi lançada em todas as plataformas digitais (deezer, spotify, YouTube) e o clipe será lançado na semana seguinte.

Como vocês acham que o público reagirá com essa nossa música? Vão pedir bis? 
Acho que o público vai se sentir abraçado. Estamos sendo otimistas, porque foi como nos sentimos quando vimos ela pronta. Acho que por mais que seja algo que todo mundo já ouviu, precisamos saber que tudo o que nos acontece é passageiro. Que nossas fases ruins passam e são necessárias pro nosso crescimento.

O que não para de tocar na playlist de vocês? Para os fãs que estão confinados, quais artistas vocês recomendam? 
Nossa playlist é muito diversificada! Mas nessa quarentena, a gente recomenda os sons que mais forem acalmar o coração nessa época tão aflita que a gente está vivendo. Qualquer coisa que te relaxe e faça você querer cuidar de si mesmo é uma boa pedida

Utopia

Related post

13 Comments

  • A voz dos dois combinam de mais. Muito boa as músicas.

  • nossa que linda essa blusa adorei seu post
    Show parabéns

  • Que banda maravilhosa! Ela me traz uma energia tao boa!!

  • Que linda musica, não conhecia.
    Lindas as vozes. Desejo sucesso para o trabalho deles.

  • Confesso que não conhecia, mas adorei a música e a melodia.

  • Fui direto procurar Carta ao Primeiro Homem, porque, se 2018 já era um período conturbado, imagina agora? KKK Talvez não seja o melhor para a minha saúde mental? Talvez. Mas fiquei curiosa. Ótima entrevista, adorei conhecer mais sobre a dupla <3

  • Amei conhecer a Luamarte e um pouco da história deles. Ainda não conhecia, mas já vou procurar as músicas para ouvir. Eles têm uma voz super gostosa de ouvir. Certeza que ganharam mais uma fã.

  • Nunca tinha ouvido falar da dupla, mas parecem bem simpáticos! Vou ouvir “Acalma”, já que preciso mesmo de um abraço nesse momento.

  • Muito talentosos! Essa música é ótima pra esse momento!

  • Que voz!!! Adorei, não conhecia, mas já vai fazer parte da minha playlist.

  • “Acalma” é a primeira musica da banda que ouço, e de cara já gostei muito. Vou ouvir outras músicas deles, não conhecia, adorei o som ♡

  • Adorei a entrevista! Apesar de não ser meu estilo de música, a voz deles é linda.

  • Linda voz, já favoritei. Quero ouvir mais músicas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese